Café no Mundo

A importância do café na economia mundial é indiscutível. Ele é um dos mais valiosos produtos primários comercializados no mundo, sendo superado apenas em valor pelo petróleo como origem o desenvolvimento de negócios entre os países. Seu cultivo, processamento, comercialização, transporte e mercado proporcionam milhões de empregos em todo o mundo.


O Café é fundamental para a economia e política de muitos países em desenvolvimento; para muitos países com desenvolvimento mínimo, a exportação de café chega a contribuir com até 70% das divisas. Isso demonstra o quão importante é a atividade cafeeira no processo de estruturação das economias dos países produtores, a ponto de alguns deles poderem entrar em colapso, no caso de um grave desequilíbrio no mercado, como o caso da baixa permanente de preços, frente ao excesso de oferta.


Mesmo ainda sendo considerado uma "commodity", o café vem ganhando status de "speciality" no mercado internacional, em razão das exigências cada vez maiores dos consumidores. Além de preços mais competitivos, esses consumidores buscam produtos que possuam características tais como bebida e aroma específicos e que agreguem em si os conceitos de ecologicamente corretos ou orgânicos e de "fair trade". Os países produtores, nesse contexto, correm contra o relógio a fim de manterem competitivos, principalmente em tempos de excesso de oferta.


Conforme dados da Organização Internacional do Café, existem cerca de 72 países produtores do grão no mundo. Essa multiplicidade de produtores, deve-se à extensa faixa apta à produção do cafeeiro, graças à sua versatilidade. A região apta estende-se dos Trópicos de Câncer e de Capricórnio, ultrapassando ligeiramente os paralelos 24° em ambos hemisférios. Essa variação das condições climáticas propicia a produção de blends de características peculiares, graças também a estilo diferenciados de tratos culturais. Os principais países produtores concentram-se na América do Sul (Brasil e Colômbia), América Central e Ásia (Vietnã).


Apesar de ser o maior produtor mundial de café, e o segundo maior mercado consumidor, o Brasil ainda está longe de alcançar a Itália e Alemanha, maiores exportadores do mundo, quando se trata de café industrializado. A Alemanha é também a maior compradora do café verde (em grãos) brasileiro. Importa o melhor café do mundo, agrega valor ao produto, torrando e moendo os grãos e vende para países da Europa, Ásia, África, América do Norte etc.


Na primeira semana de fevereiro deste ano, a arrecadação média diária com a exportação de grão verde, atingiu US$ 8,348 milhões, uma queda de 12,7% da média de janeiro (US$ 9,567 milhões), conforme a Agência Safras.

 

 


O diretor-executivo da Organização Internacional do Café, Sr. Nestor Osório, estima que a produção mundial na safra 2005/2006 deve alcançar 107 milhões de sacas de 60 kg, representando queda de 6,2% em relação ao período anterior (114,10 milhões de sacas). A avaliação considera ainda, que a safra brasileira, cuja colheita começa em abril, deve ficar entre 30,7 milhões e 33 milhões de sacas.


O maior Parque Cafeeiro do mundo está no Brasil, mais precisamente, no Estado de Minas Gerais. De acordo com o levantamento de abril de 2004 da Associação Brasileira da Indústria de Café - ABIC (convênio firmado entre MAPA - S.P.C e Conab), Minas foi o responsável por 41,81% de toda a produção brasileira, cerca de 12.050 (mil sacas de 60 kg beneficiadas) na safra 2003/2004.


O levantamento da safra de 2004/2005 está em sua terceira previsão e até o momento, registra o Estado de Minas Gerais como o responsável por 48,77% da produção brasileira.

 

Os quadros abaixo, ilustram os dados coletados pela ABIC:

 

 

CAFÉ BENEFICIADO - SAFRA 2003/2004 - Parque Cafeeiro
Valor Final

 

 

UF/ Região

Parque Cafeeiro

Em Formação

Em Produção

Área
(ha)

Cafeeiros
(mil covas)

Área
(ha)

Cafeeiros
(mil covas)

Minas Gerais

116.000

397.000

977.000

2.134.000

Sul/Oeste

72.000

235.000

477.000

1.052.000

Triângulo/Alto Paranaiba

16.000

78.000

154.000

420.000

Z. da Mata/Jequitinhonha

28.000

84.000

346.000

662.000

Espírito Santo

29.900

78.200

521.000

1.114.000

São Paulo

21.000

52.000

210.000

507.000

Paraná

10.400

37.900

123.200

315.000

Bahia

2.800

11.480

95.200

242.000

Rondônia

18.00

29.000

188.000

324.000

Mato Grosso

3.200

7.700

36.100

82.500

Pará

2.000

4.700

18.000

39.000

Rio de Janeiro

1.000

2.400

11.000

25.200

Outros

800

1.920

22.050

52.920

BRASIL

205.100

622.300

2.201.550

4.835.620

 

 

Abril de 2004 / Convênio: MAPA - S.P.C / CONAB

 

 

CAFÉ BENEFICIADO - SAFRA 2003/2004 - Produção e Produtividade
Valor Final

 

 

UF/ Região

Produção (mil sacas de 60 Kg beneficiadas)

Produtividade
(sacas/ha)

Arábica

Robusta

Total

Minas Gerais

12.020

30

12.050

12,33

Sul/Oeste

5.360

-  

5.360

11,24

Triângulo/Alto Paranaiba

2.810

-  

2.810

18,25

Z. da Mata/Jequitinhonha

3.850

30

3.880

11,21

Espírito Santo

1.600

5.010

6.610

12,69

São Paulo

2.810

-  

2.810

13,38

Paraná

1.970

-  

1.970

15,99

Bahia

1.410

370

1.780

18,70

Rondônia

-  

2.500

2.500

13,30

Mato Grosso

30

400

430

11,91

Pará

-  

220

220

12,22

Rio de Janeiro

120

10

130

11,82

Outros

120

200

320

14,51

BRASIL

20.080

8.740

28.820

13,09

 

 

Abril de 2004 / Convênio: MAPA - S.P.C / CONAB

 

 

 

 

 

CAFÉ BENEFICIADO - SAFRA 2004/2005 - Parque Cafeeiro
Terceira previsão

UF/ Região

Parque Cafeeiro

Em Formação

Em Produção

Área
(ha)

Cafeeiros
(mil covas)

Área
(ha)

Cafeeiros
(mil covas)

Minas Gerais

72.000

265.000

1.004.900

2.266.000

Sul/Oeste

38.000

123.000

509.000

1.166.000

Triângulo/Alto Paranaiba

12.000

59.000

146.500

406.000

Z. da Mata/Jequitinhonha

22.000

83.000

349.400

694.000

Espírito Santo

19.500

54.230

507.800

1.084.100

São Paulo

19.000

47.100

204.700

556.800

Paraná

5.010

16.500

124.667

321.000

Bahia

1.400

5.740

99.800

251.150

Rondônia

9.000

18.900

180.000

310.000

Mato Grosso

2.500

6.250

36.800

88.200

Pará

1.400

3.500

18.500

46.200

Rio de Janeiro

500

1.400

10.990

26.600

Outros

500

1.300

22.500

55.100

BRASIL

133.810

419.920

2.210.657

5.005.150

 

Agosto de 2004 / Convênio: MAPA - S.P.C / CONAB

CAFÉ BENEFICIADO - SAFRA 2004/2005 - Produção e Produtividade
Terceira previsão

UF/ Região

Produção (mil sacas de 60 Kg beneficiadas)

Produtividade
(sacas/ha)

Arábica

Robusta

Total

Minas Gerais

18.630

30

18.660

18,57

Sul/Oeste

10.000

-  

10.000

19,65

Triângulo/Alto Paranaiba

3.400

-  

3.400

23,21

Z. da Mata/Jequitinhonha

5.230

30

5.260

15,05

Espírito Santo

1.950

4.450

6.400

12,60

São Paulo

5.071

-  

5.071

24,77

Paraná

2.500

-  

2.500

20,05

Bahia

1.870

390

2.260

22,65

Rondônia

-  

1.996

1.996

11,09

Mato Grosso

60

315

375

10,19

Pará

-  

320

320

17,30

Rio de Janeiro

220

12

232

21,11

Outros

160

290

450

20,00

BRASIL

30.461

7.803

38.264

17,31

 

Agosto de 2004 / Convênio: MAPA - S.P.C / CONAB